sábado, 12 de fevereiro de 2011

MEC irá distribuir “kit gay” para crianças nas escolas

Imagine a situação, você tem um filho novinho, 7 anos, ou primo, sobrinho, irmão, enfim. que vai para escola e tudo. Agora imagine ele chegando da escola e você pegando sua mochila para ver se tem dever de casa e depara com um "KIT GAY". O que você faria?

Bem, pare de imaginar e comece a idealizar que, provavelmente, isso acontecerá, sim, essa é a proposta do MEC para 2011, distribuir o "Kit gay" para crianças de 7 a 10 anos nas escolas.
O Kit é composto por um DVD onde um menino vai ao banheiro e quando entra um coleguinha, ele se diz apaixonado pelo outro coleguinha.
Seis mil escolas receberão um kit de material educativo composto de vídeos, boletins e cartilhas com abordagem do universo de adolescentes homossexuais.
No vídeo "Encontrando Bianca", um adolescente de 15 anos se apresenta como José Ricardo, nome dado pelo pai, que era fã de futebol. O garoto, no entanto, aparece caracterizado como uma menina, como um exemplo de um travesti jovem. Em seu relato, o garoto conta que gosta de ser chamado de Bianca, pois é nome de sua atriz preferida e reclama que os professores insistem em chamá-lo de José Ricardo na hora da chamada.
Enfim, o que você acha disso?

11 comentários:

  1. Concordo com a ideia, pois as pessoas precisam aprender a conviver com diferenças (sejam elas de cor, tamanho, opção sexual, etc), então porque não começar desde cedo ?

    ResponderExcluir
  2. Concordoo! Acho que a educação não é somente levar seu filho(a) até a escola, mas que ele(a) aprenda a conviver com a sociedade e com todas as situações, e sendo feita desde criança, pode melhorar muito a acabar com o preconceito que enconntra-se hoje na sociedade;

    ResponderExcluir
  3. Já era constituição familiar...

    ResponderExcluir
  4. Sou contra! É papel da família educar seus filhos! O governo deveria dar o "Kit Gay" aos familiares das crianças, pra q eles decidam como abordar o tema com seu filho.

    ResponderExcluir
  5. Por que eu não fico rico e vou morar em outro país.
    Isso aqui tá virando um brega.

    Saudade do tempo que os pais era quem educavam seus filhos.
    E o governo só roubava. Agora além de roubar ainda interferem diretamente na vida dos cidadãos.

    ResponderExcluir
  6. meu amigo porra de Kit Gay nao existe negocio dee preconceito nao se fosse pra ser essa viadagem nao existia o homem i a mulher so era dois machos ou duas femeas por isso eu nao sou preconceituoso sou realista e tem mais se eu tivesse um filho i ele chegasse com ima porra dessa em casa eu processava a escola e ainda enfiava la mao na cara dele por ter levado akilo pra kasa i tenho dito

    ResponderExcluir
  7. Isso é ridículo.

    ResponderExcluir
  8. Comentário interessante e construtivo esse do rafael. Não é por causa das "viadagens" que existe o preconceito, e sim das pessoas que saem por aí julgando os outros sem nem saber o que se passa pela cabeça.
    Muito ridículo da sua parte, Rafael

    ResponderExcluir
  9. Eh um absurdo, concordo c o Diegoo, bora ficar rico e sair desse brega, valeu Brasil cada vez afundando mais.. Aonde vamos parar? Daqui a pouco vao querer falar pra nossos filhos pra virarem homoxessuais, apesar q ja ta praticamente explicito. NAO AO KIT GAY. BORA ACORDAR PAIS! NAO FIQUEM CALADOS ENQUANTO SEUS FILHOS ESTAO VENDO A DESTRUICAO.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!!!
Volte sempre!